Documentário sobre Sérgio Vieira de Mello é selecionado para Sundance

“Diplomata brasileiro e alto comissário para direitos humanos da ONU, Sérgio Vieira de Mello foi um profissional exemplar que pôs seu talento e capacidade de negociação na busca dos direitos fundamentais, da paz e da dignidade humana.

Em 2003, foi indicado pelo então secretário-geral Kofi Annan para ser representante especial da ONU no Iraque, onde morreria em 19 de agosto daquele ano num atentado terrorista à sede da organização em Bagdá.

A vida e a trágica morte de Vieira de Mello inspiraram o diretor americano Greg Barker (Ghosts of Rwanda) a realizar o documentário Sérgio, que terá estréia mundial no Festival de Sundance – de 15 a 25 de janeiro em Park City, Utah (EUA) – na principal mostra competitiva do gênero.

Baseado na biografia Chasing the flame, da jornalista Samantha Power (editado no Brasil pela Companhia das Letras no ano passado com o título O homem que queria salvar o mundo), e produzido por John Battsed (Um dia em setembro, de 1999) e Julie Goldman (Devil's playground, de 2002), o filme segue a extraordinária carreira do brasileiro, que durou 34 anos desde sua atuação nas zonas de conflito da África e sudeste da Ásia até o Oriente Médio, interrompida brutalmente após a explosão de um carro-bomba estacionado em frente ao hotel que servia de embaixada provisória da ONU no Iraque.

– Sou americano, mas passei a maior parte da minha vida adulta vivendo fora do país. Para mim, Sérgio era um verdadeiro cidadão do mundo, que incorporava um idealista do qual hoje necessitamos desesperadamente – enaltece Barker, conhecido pela participação em Frontline, um dos melhores programas jornalísticos da TV americana.”
Myrna Silveira Brandão, Jornal do Brasil
Artigo Completo, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: