O pior Oscar de todos os tempos

André Setaro, Terra Magazine

“Não resta a menor dúvida: os Oscars conquistados pelo medíocre Quem quer ser um milionário? (Slumdog millionaire), de Danny Boyle, estão ligados à estratégia de Hollywood conquistar o mercado indiano. Caso contrário, não haveria outra explicação plausível para a enxurrada de estatuetas que o filme recebeu, a considerar ser uma obra de baixo nível, mal construída, oportunista tematicamente, aliás como é da característica de Boyle, um cineasta arrivista, limitado às suas circunstâncias e esperto observador dos assuntos que podem lhe render fama.

A Índia, na visão de Boyle, é um pardieiro, um lugar miserável (é verdade que existem muitos bolsões de miséria, mas há, também, centros avançados). Mas o país, sob as lentes desse cineasta, é uma espécie de África. Neste lodaçal, Jamal K. Malik (Dev Patel) é um jovem que trabalha servindo chá em uma empresa de telemarketing. Infância difícil, a comer o pão que o diabo amassou, batalhou muito para que pudesse chegar ao emprego que conquistou. Um belo dia, ele se inscreve num popular programa televisivo de perguntas e respostas. Desacreditado a princípio, aos poucos, porém, tem uma ascensão rápida, porque encontra, nos fatos de sua vida difícil e amarga, as respostas das perguntas feitas.

Boyle corta rápido demais, destruindo, com isso, qualquer possibilidade de visibilidade do espetáculo. Seu cinema é um cinema que pisa no acelerador do timing, destruindo este. Mas, de qualquer forma e de qualquer maneira, os Oscars abiscoitados (como gosta de dizer a imprensa e certos críticos) por Slumdog millionaire sempre servem para tomar o pulso da indústria cinematográfica hollywoodiana.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: