Fotógrafo lança livro sobre luta curda na Turquia

“No livro que lança na quinta-feira, 27, o fotógrafo Rogério Ferrari trata da luta curda por uma pátria autônoma na Turquia. Curdos, uma nação esquecida resulta de viagem feita entre novembro de 2002 e fevereiro de 2003 por Ferrari a Diyarbakir, a "capital" curda na Turquia.

A foto reproduzida acima é a mesma que ilustra a capa do livro. O fotógrafo soube que a senhora retratada tinha familiares presos pelo governo turco acusados de serem guerrilheiros separatistas curdos. Ela mesma, segundo soube Ferrari, havia sido detida e torturada pela polícia.

Quando Ferrari perguntou se podia fotografá-la, a mulher negou temendo represálias. Depois, conversando, aceitou desde que pudesse usar a foto de seus familiares "para se proteger e denunciar" a repressão contra curdos, conta o fotógrafo.

Ferrari retratou e colheu depoimentos de vinte pessoas. Registrou momentos espontâneos do cotidiano em Diyarbakir - ou Amed, o nome curdo para a cidade. Leva-se no local uma vida "normal", relata o fotógrafo, mas há a constante tensão em relação a represálias policiais.

Imagens da celebração de casamentos lembram a luta curda pelo direito à expressão cultural. Diz Ferrari que é costume consumar o matrimônio em espaço aberto e para tanto, os curdos devem pedir autorização à polícia. Conceder, os soldados concedem, afirma o fotógrafo, mas através da "barganha, da corrupção".
Terra Magazine / Foto: Rogério Ferrari
Matéria Completa, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: