04 agosto, 2015

“Estamos todos na sarjeta, mas alguns de nós olham para as estrelas”: com a palavra Oscar Wilde

“Aja sempre com segundas intenções, os primeiros impulsos geralmente são bons”.
Camila Nogueira, DCM

Olá, Mr. Wilde!

ADVERTISEMENT
Lamento estar um pouco atrasado, minha cara, mas fui obrigado a visitar uma amiga. Não a visitava desde a morte de seu pobre marido… Nunca vi uma mulher mudar tanto, parece vinte anos mais jovem.

Não se preocupe. Diga-me, como vai?

Estou entediado com a vida. Desde que acabou a temporada de ópera tenho sido um eterno mártir do aborrecimento.

Sinto muito por isso, Mr. Wilde… Espero que encontre outro entretenimento o mais rápido possível. Um homem inteligente como o senhor não deve ficar desocupado.

Muito obrigado, minha cara. Um conhecimento que se inicia com um elogio com certeza se tornará uma verdadeira amizade.

03 agosto, 2015

Para ajudar a destruir um mundo pior


Eberth Vêncio, Revista Bula

Todos da equipe acordaram com aquele gostinho de sangue na boca. Era como se tivessem chupado um stent enferrujado a noite inteira. Isso parecia até piada, pois eles demonstravam não possuir coração algum dentro do peito, somente ideias mirabolantes. Enquanto dormiam, feriram-se nos lábios de tanto sonharem com um mundo pior. Nada era tão ruim que não pudesse ser piorado. Um deles sofreu um choque anafilático ao morder a própria língua. Não lamentei. O acidente foi merecido.

Os executivos chegaram para a reunião visivelmente excitados. Ainda era cedo do dia, mas havia gente querendo enxugar os chopes da happy-hour ali mesmo, cheirar toda a tubaína de sovaco que conseguissem, fechar um prostíbulo de luxo pra confraternizar com os patrocinadores master. Já tinha neguinho querendo enfiar o dedinho no buraquinho um do outro, antes mesmo de ficar bêbado e deixar a verdade escapulir correndo feito um cão sem coleira.

31 julho, 2015

90 livros clássicos em língua portuguesa para download gratuito


Carlos Willian Leite, Revista Bula

Uma compilação com 90 obras, entre autores brasileiros e estrangeiros, escolhidas entre os 50 mil títulos disponíveis no portal Domínio Público. A lista, traz desde livros seminais, formadores da cultural ocidental, como “Arte Poética”, de Aristóteles, até o célebre “A Metamorfose, de Franz Kafka, considerado uma marco da literatura tcheca e um dos livros mais influentes do século 20, além de clássicos brasileiros e portugueses. Todo o acervo do portal DP é composto por obras em domínio público ou que tiveram seus direitos de divulgação cedidos pelos detentores legais. No Brasil, os direitos autorais duram setenta anos contados de 1° de janeiro do ano subsequente à morte do autor.

30 julho, 2015

O amor, a vida e a existência após a morte segundo Percy Shelley

“Nós vivemos e, vivendo, perdemos a compreensão da vida”.
Camila Nogueira, DCM

"Percy Shelley (1792 – 1822) foi um dos mais notáveis poetas românticos. Sua vasta obra literária e sua percepção delicada dos mecanismos da alma humana fizeram com que o escolhêssemos como o protagonista mais recente de nossas Entrevistas com Escritores Mortos. Os trechos em questão foram retirados de seu livro de ensaios.

ADVERTISEMENT
Mr. Shelley, o que é o Amor?

O amor é aquela poderosa atração que nos encaminha a tudo aquilo que concebemos, temos ou esperamos além de nós mesmos, quando descobrimos dentro de nossos próprios pensamentos o abismo de um vazio insuficiente.

Hmmm…

Se nós raciocinarmos, então seremos entendidos… Se imaginamos, é por desejarmos que os graciosos pensamentos que formamos em nossas mentes nasçam novamente dentro de outras… Se sentimos, é por desejarmos que o controle das emoções do outro vibre apenas por nós, que o brilho dos olhos do outro vibre apenas por nós, que se ilumine e misture-se e molde-se dentro dos nossos, que os lábios de um frio paralisante queimem diante da melhor disposição do coração. Isto é amar, é o Amor. Ele é o laço que conecta não somente o homem ao homem, mas a tudo o mais que existe.

29 julho, 2015

Eu gosto de ler Paulo Coelho, de tomar injeção e de comer jiló


Eberth Vêncio, Revista Bula

"Eu gosto também de me resfriar com as chuvas de verão. Gosto da coriza, dos 40 graus de febre, de curtir ressaca brava e de preparar fumegantes chás de boldo. De amarga, já basta a vida? Ao contrário das seriemas e do resto da humanidade, eu gosto das cobras (porque, como eu, elas engolem sapos).

Eu gosto de votar em políticos que adesivam o meu carro com fotos, números e slogans, que encham semanalmente o tanque de gasolina, e que coloquem créditos no meu aparelho celular. Eu gosto de acordar bem cedo no domingo e votar no primeiro candidato cretino que me venha à mente. Bom mesmo é vender o voto. Eu gosto de desfazer planos para o futuro, entende?

27 julho, 2015

O primeiro amor

Conversation dans un Parc, de Louis Léopold Boilly (detalhe)
Fabio Hernandez, DCM

Tio Fábio é um homem sábio do interior. Uma vez ele me viu aflito com uma pilha caótica de livros que eu tinha na cabeceira. Tantas coisas para ler, tão pouco tempo: esse o motivo da minha aflição, expliquei a Tio Fábio. Na próxima vez que o encontrei, ele me passou uma citação de Sêneca, o grande filósofo romano de quase 2000 anos atrás. Tenho-a até hoje. “Uma profusão de leituras sobrecarrega o espírito, mas não o ilustra. É melhor se aplicar num pequeno número de autores do que vagar no meio de muitos”. (
Adiante, conforme me contou Tio Fábio, Sêneca quase louvou o célebre incêndio da Biblioteca de Alexandria, considerado pela visão convencional como um dos maiores desastres culturais da humanidade. Sêneca qualificou a biblioteca queimada como um exemplo de “orgia de literatura”. Tio Fábio gosta de Sêneca porque admira gente que pensa diferente. Herdei essa admiração. Uma das razões pelas quais falo tanto de tio Fábio é que ele pensa diferente).

26 julho, 2015

A manipulação da tragédia da professora que morreu depois do parto

Mariana na gravidez
 De Jean Wyllys, no Facebook.

ADVERTISEMENT
“Professora morre depois de tentar parto humanizado por 48h”
NÃO! NÃO É BEM ASSIM!

Muitas informações distorcidas e irresponsáveis estão sendo veiculadas sobre a morte de Mariana de Oliveira Fonseca Machado, 30, professora doutora da Escola de Enfermagem da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), na última terça-feira, 21. Diante disso, e em solidariedade à família da professora, a UFSCar publicou uma nota de esclarecimento, repudiando a divulgação de informações equivocadas sobre o caso.

25 julho, 2015

Os 12 livros mais vendidos da história


Carlos Willian Leite, Revista Bula

Em 2012 a Revista Bula publicou o primeiro levantamento sobre os dez livros literários mais vendidos da história, em 2015 repetimos o levantamento utilizando os mesmos critérios do levantamento anterior — pouco se alterou em relação ao resultado de três anos antes: apenas a inversão na ordem de alguns dos livros mais vendidos e a inclusão de dois novos títulos à lista. A metodologia para se chegar ao resultado foi a mesma utilizada em 2012: consultamos reportagens, entidades editoriais, empresas de pesquisas de mercado e publicações especializadas. Livros religiosos, políticos, educacionais e de curiosidades como: “Bíblia Sagrada”, “Iluminatti: Sociedade Secreta”, “Corão”, “Dicionário Xinhua Zidian”, “A Arte da Guerra” e “Livro Guiness dos Recordes” não foram contabilizados, apenas livros literários.

Participaram do levantamento as publicações: “The Paris Review”, “Washington Post”, “Open Culture”, “The Guardian”, “Telegraph”, “Toronto Star”, “New York Times”, “Global Times”, “Financial Times”; as entidades editoriais International Publishers Association (IPA), European and International Booksellers Federation (EIBF) e International Federation of Library Associations and Institutions (IFLA); e as empresas de auditagem e pesquisas de mercado Nielsen e a GfK.

23 julho, 2015

Por que o sistema de educação da Finlândia é tão reverenciado?


"Este artigo foi publicado em julho passado. É republicado agora como aperitivo para o Projeto Escandinávia. Em poucos dias, a jornalista Claudia Wallin estará na Finlândia para um mergulho no admirável sistema de ensino do país.

Paulo Nogueira, DCM

Saiu há pouco tempo um levantamento sobre educação no mundo feito pela editora britânica que publica a revista Economist, a Pearson.

É um comparativo no qual foram incluídos países com dados confiáveis suficientes para que se pudesse fazer o estudo.

Você pode adivinhar em que lugar o Brasil ficou. Seria rebaixado, caso fosse um campeonato de futebol. Disputou a última colocação com o México e a Indonésia.

22 julho, 2015

O papel dos amigos na vida de um homem

Cena do filme Nós que nos amávamos tanto
Fabio Hernandez, DCM

"Éramos quatro amigos no carro. E vínhamos pela estrada, voltando à cidade. Fazia tempo que não nos reuníamos os quatro. Uma das coisas tristes da vida é que, com a passagem do tempo, vai ficando cada vez mais difícil juntar os amigos. E não existe ninguém com quem compartilhemos mais coisas, a quem abramos mais os desvãos da alma do que com os amigos. A intimidade, a cumplicidade, a solidariedade masculina é representada pelos amigos. Ali estávamos nós quatro, naquele carro que se movia maciamente pela estrada. Quem dirigia era Fast Fat, ou Sérgio. Fast Fat era como o chamávamos nos dias em que éramos viciados em correr de kart.

20 julho, 2015

Quanto mais envelheço, mais sinto fome de mim


Eberth Vêncio, Revista Bula 

Um abismo maior que duzentos Maracanãs vazios interpõe-se entre as coisas que o mundo demanda de mim e aquilo que eu realmente espero dele. Pular nesse imenso vazio poderia ser o fim de tudo ou o começo de um voo nada absurdo rumo à libertação. Quem poderá dize-lo? Não tenho garantia nenhuma. Aliás, sequer asas possuo. Que pena.

Eu precisava comprar um carro novo em folha, insiste a mídia. Mas prefiro uma nave, uma bolha para escapar flutuando do planeta, na companhia de uma tripulação restrita e escolhida a dedo.

Eu precisava ganhar uns dez quilos. Muitos precisavam perder vinte quilos. Nesse perde e ganha de banhas e aparências, são raros os que se tocam que o peso de viver nesse mundo-de-nem-deus jamais será mensurado em gramas. Não arrear com tamanha carga emocional: eis um desafio para burros e espertos.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Veja!

Postagens Populares