Memórias de Água Fria

Urariano Mota, Direto da Redação

“O leitor não se assuste, que o título acima não é de memórias que entraram numa fria. Trata-se do nome do livro que um grupo de amigos, no vigor dos 60 anos, resolveu escrever sobre o bairro da sua infância e juventude. Bairrismo literal à parte, Água Fria bem merece. Bem posto na zona norte do Recife, o bairro foi berço ou abrigo  de artistas, atletas, políticos, escritores e bandidos, mas nem sempre nessa ordem.
Dos mais famosos lembram-se o gênio Sivuca, o cineasta Vladimir Carvalho, o cantor Orlando Dias, o Mestre Ginu do mamulengo, o goleiro Manga, mais o Pai Adão do Xangô, o Maestro Formiga, o seu João do Caldíssimo e o herói Gregório Bezerra. Dos menos, ou melhor, nada famosos, vêm o autor destas linhas e outros marginais, alguns doutores em universidades, até reitores, que trocaram o caldo de cana com pão doce pelo uísque 12 anos.   
Se o livro fosse um filme da Metro Goldwyn Mayer passando no Cine Império, o maior do bairro  em 1960, logo depois do rugido fascinante do leão iria aparecer na tela em letras colossais:
“A Editora Coqueiro tem o grato prazer de oferecer “Memórias de Água Fria” - o livro que conta a história do bairro pelos seus mais apaixonados habitantes. Sexo, roubo, crimes, amor e aventura estão nesse encontro de onze grandes marginais, ex-lascados de vida, que agora pensam que estão ricos e se acham até escritores”.
Depois, com imagens na tela de mulheres com seios entrevistos, e de sombras correndo em frente à igreja de Santo Antonio, de sons de batuques e de gargalhadas moleques, gritando em falsete,  “Aaaaaiiii”, o locutor com voz das cavernas narraria:  
“Água Fria dos carnavais, dos roubos de cocos, de ladrões jovens que viraram doutores. Água Fria dos adolescentes queijudos flagrados em sua primeira noite na zona. Água Fria de seu João do Caldíssimo, o caldinho que recebia anúncio grátis de Paulo Gracindo via Embratel. Água Fria do terreiro de Pai Adão, o mais antigo templo de xangô do Nordeste. Água Fria das namoradas que não envelhecem nunca está de volta.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: