Índios protestam em defesa da manutenção contínua da Raposa Serra do Sol

“Cerca de 50 indígenas moradores da Terra Indígena Raposa Serra do Sol (RR) participaram hoje (9) de uma manifestação em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF), que retoma amanhã (10) o julgamento sobre a constitucionalidade da demarcação contínua da reserva, com área de 1,7 milhão de hectares.

Com faixas e ao som de cantos típicos da etnias que vivem na reserva, o grupo pediu a manutenção da demarcação contínua da Raposa e a retirada dos não-índios que ocupam a área com grandes plantações de arroz.

O tuxaua (cacique) Pedro Raposo está confiante e acredita que os ministros do STF seguirão o voto do relator, ministro Carlos Ayres Britto, que, durante a primeira parte do julgamento, em agosto, votou pela manutenção da demarcação contínua da terra indígena. O julgamento foi suspenso pelo pedido de vista do ministro Carlos Alberto Menezes Direito.

“Vamos aguardar com esperança que o Supremo decida pela manutenção da reserva, pelo nosso direito constitucional. Esperamos sair vitoriosos. O mais importante dessa questão é a manutenção da nossa cultura, do nosso modo de viver, do conhecimento tradicionais e cultural, da resistência que o povo indígena tem”, apontou.”
Luana Lourenço, Agência Brasil / Foto: José Cruz, ABr
Matéria Completa, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

phobus disse...

Nação Brasileira-Na Amazonia habitam brasileiros descendentes de imigrantes e migrantes de antes e depois da formação do territorio brasileiro.Existem milhões de brasileiros que vivem nas areas ribeirinhas, sem assistencias, assim como em outras regiões do Brasil em que as mesmas são precarias.A segurança de todo o territorio brasileiro é de responsabilidade das forças armadas e da policia federal. Leis demagogicas de distribuição de privilegios são discriminatorias de cidadãos brasileiros sendo uma afronta a Nação miscigenada.Na amazônia um militar encontrou um contador geiger pendurado na casa de um missionário dos E.U. Nada garante que mesmo na hipótese de ser concedido a reserva a esses brasileiros, descendentes de índios ou quilombos, futuramente os mesmos poderão ou por ganância de alguns de seus membros (diamantes e outras riquezas) entrarem em conflitos, não com flechas, mas com armas mais letais com ajuda de certas “ONGs”, contrabandistas e outros grupos de interesses, provocando fugas em massa para Manaus e região, como esta acontecendo no exterior.em algumas parte do Mundo, praticadas por minorias armadas e com ganância de poder e riquezas. A unidade territorial da maioria dos grandes países só conseguiu ser mantida através do emprego da força, da coerção e dos assassinatos em massa. Isso aconteceu no Brasil durante a colonização e acontece ainda nos países orientais e africanos. É histórico.