Tabuí pega em armas para salvar o Chile

“Época de revolução no Chile. As notícias que chegavam pela televisão e pelo rádio eram nada animadoras. Pelos jornais idem. Allende estava sendo massacrado e suas forças debandando. Foi quando começou a reação em Tabuí. Aristeu, Cozinho, Xulapa e Delei, no boteco, tomavam umas e outras e quase choraram ao ver uma gravação em que o Allende fazia um manifesto à nação. Aí resolveram que eram comunistas e que iriam ajudar o companheiro Allende.
- Gente, isso num pode tá aconteceno! Tadim do home!...
- É memo, Xulapa! O quecagente faiz?
O Cozinho que, pela aparência, era o menos bêbado dos quatro, arremata:
- Acho mais mió a gente i socorrê o home, gente!
- Mas, como, Cozinho? Esse país fica lá onde o vento incosta o cisco, sô!
- A gente vamo no jipe do Delei, uai!
Arranjaram duas espingardas de carregar pela boca, uma garrucha e um revólver, emprestados - os dois últimos sem munição - e nem foram em casa para as despedidas da famiage. Só deixaram recado no bar dizendo que iam salvar o companheiro lá no Chile. E se mandaram de jipe, das alterosas da Emigê rumo aos Andes, para enfrentar o exército chileno e resgatar o Allende, já encurralado no palácio presidencial.
Rodaram bem umas duas léguas, com o jipe engasgando nas subidas, derramando óleo e com os pneus carecas, até que chegaram no Abacaxi e contaram pro Fiíco o motivo da viagem. Ganharam mais um companheiro que ainda chamou o Manqüeba, - grande caçador de tico-tico com espingarda de chumbinho -, para colaborar na perigosa missão e aumentar o poder de fogo do grupo.”
Eurico de Andrade, Blog: Tabuí e seus causos
Causo Completo, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Eurico de Andrade disse...

Meus agradecimentos pelo espaço cedido. Será um prazer colaborar com outros textos para este blog. Vc pode retirá-los em http://tabui.blogspot.com/, bastando citar a fonte e o autor.