Diretores de 'Alguém que me ame...' comentam embate árabe-israelense

“A produção de Alguém que me ame de verdade, sobre a inesperada amizade entre uma judia ortodoxa e uma muçulmana (tradicional), nos subúrbios de Nova York, ainda estava em andamento quando quando Israel deu início à caça de militantes xiitas do Hezbollah no Líbano, em meados de 2006. O filme de Stefan C. Schaefer e Diane Crespo chega hoje ao circuito carioca, no momento em o exército israelense e as forças do Hamas travam sangrento embate na Faixa de Gaza. Mas os diretores não se arrependem de ter deixado de fora do roteiro qualquer referência política ao Oriente Médio. Até mesmo em benefício da mensagem que o filme carrega.

– Com certeza, os conflitos entre os dois lados estavam em nossas mentes enquanto filmávamos. Mas, desde o início do projeto, pensamos que seria muito mais interessante e poderoso fazer dele uma história sobre uma amizade e não um debate sobre a situação entre Israel e a Palestina – explica Schaefer ao Jornal do Brasil.

– É impossível assistir ao filme e não pensar o que uma amizade como aquela poderia significar para o mundo. Mas achamos melhor, do ponto de vista narrativo e cinematográfico, deixar a questão como uma temática subliminar.”
Carlos Heli de Almeida, Jornal do Brasil
Matéria Completa, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: