Verdades e mentiras

“A imagem do mágico cujo truque não funciona direito é bem conhecida. Sempre tem uma criança que descobre e aponta para algo errado durante o número e todos vaiam. Ou riem, o que é pior. A mentira foi descoberta. O bom é que não fosse.

Em F for Fak, Orson Welles especula sobre a verdade e a mentira. O filme mistura ficção e documentário, só que muitas vezes ficamos sem saber o que é um ou outro; a maior parte do tempo, inclusive, ele conta a história de um falsificador de arte, cuja obra é tão boa que praticamente é impossível saber qual a cópia e qual o original.

Welles, ele mesmo um falsificador - um mestre na mentira e na ilusão - já havia causado histeria na população americana ao transmitir pelo rádio o anuncio de que os Estados Unidos estavam sendo invadidos por marcianos; na verdade ele encenava A guerra dos mundos, uma novela de ficção científica.

No jornal Zero Hora há um questionário destinado a famosos. Uma das perguntas é a seguinte: "Em que situação vale a pena mentir?" As respostas - acompanho sempre - variam entre "nunca" ou "só se for para proteger alguém". Ninguém diz "sempre", que seria a resposta menos mentirosa. Eu, você, sabemos - o Orson Welles, velho zombeteiro, sabia ainda mais - que a verdade é uma ilusão. E o carvão da ilusão é a mentira.”
José Pedro Goulart, Terra Magazine
Artigo Completo, ::Aqui::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: