Você já foi a Bahia?

Mair Pena Neto, Direto da Redação

“Desde a primeira vez que ouvi um famoso samba do Salgueiro em homenagem à Bahia, assumi no meu imaginário aquela idéia de felicidade, mesmo com a ressalva dos coronéis do cacau e das desventuras dos capitães de areia dos livros de Jorge Amado. Na verdade, a Bahia é mesmo essa contradição de paraíso e purgatório, onde a beleza da natureza é agredida pelas injustiças e pelo comportamento de suas elites.

Viajar à Bahia é sempre uma experiência sociológica e um entrar em contato com essa realidade poderosa, que não é diferente de muitas outras partes do Brasil, mas parece que lá explode com mais cores, como a das águas de seu mar e a da beleza de seu povo.

Já tinha passado pelo pobre norte fluminense e cruzado o Espírito Santo de sul a norte, mas parece que as contradições brasileiras só se tornaram visíveis ao cruzar a fronteira da Bahia. Crianças se postavam junto a placas precárias com os dizeres pintados à mão “precisamos de alimentos” por alguns quilômetros da BR 101.

Em meio a um cenário de antigas fazendas e vegetação exuberante, aparecem, mais que nos estados vizinhos, os acampamentos de lona preta dos sem-terra, do MST e de outros movimentos. A contradição latente exposta a quem passa e não fecha os olhos.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: