Piada de salão: a ditadura virou 'ditabranda' no carnaval

"Causou espanto ao mundo democrático a diatribe originada das reacionárias elites representadas pela Folha de S.Paulo. Na semana passada, parece que, querendo azedar a festa de Momo que se iniciava, inventaram de rebatizar a ditadura militar de 1964 de “ditabranda”, em pleno carnaval, quer dizer, editorial.

Luiz Carlos Orro, Vermelho.org

O mote surgiu da tentativa de desqualificar a recente vitória do presidente Hugo Chávez no referendo democrático em que o povo da Venezuela disse “sim” à possibilidade da reeleição continuada dos dirigentes daquele país. Indignado com a vitória popular, o jornal da família Frias tirou a máscara e expôs a sua concepção autoritária, ao insinuar que o governo bolivariano seria pior do que a ditadura militar brasileira, e que esta, comparada a outras instaladas na América Latina, apresentou ‘níveis baixos de violência política e institucional'.

Alguns desavisados pensaram que haviam mudado o dia da mentira; outros acharam que só podia ser brincadeira de carnaval e puxaram a marchinha “é ou não é, piada de salão...”! Passada a folia, nessa manhã de Cinzas, não restam cores alegres, pois a coisa foi séria mesmo.

A Folha pretendeu reescrever e fraudar a história, esquecendo que o golpe militar de 64 violentou a soberania popular ao derrubar do poder o presidente Jango, que havia sido eleito vice-presidente pelo povo e assumiu a titularidade de chefe de Estado de acordo com a lei vigente e apoiado pelo movimento Cadeia da Legalidade em 62.

O estelionato histórico do editorial criticado quer apagar da memória do povo brasileiro que o regime militar perseguiu, demitiu, exilou, cassou mandatos, prendeu, matou, torturou e mutilou milhares de patriotas entre 1964-1985. Até cabeças e mãos foram cortadas e corpos foram “desaparecidos”, crimes cometidos por agentes militares contra os membros do PCdoB na Guerrilha do Araguaia, um dos exemplos que a história registra. Pois é, no neologismo macabro que criaram, tudo isso não passou de uma “ditabranda”.
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: