Escrever? Quantas linhas?

Ana Elisa Ribeiro, Digestivo Cultural

"Qual foi o maior texto que você já escreveu em toda a sua vida? Lembrou? E então? Ele passa das duas páginas? Se passa, parabéns, você é alguém que experimentou muito mais, em relação à escrita, do que a maioria absoluta das pessoas. E o que isso quer dizer? Não sei. Que você talvez tenha o que dizer, embora essa relação não seja direta. Ou que você pode ousar mais. Ou que você provavelmente fez uma monografia de bacharelado. Ou que produziu um bom relatório de final de curso. Talvez queira dizer que seu professor de língua era um bamba. Ou que você curte escrever muito além da média das pessoas. Ou ainda que você é um privilegiado.

Um editor da virada do século disse em e-mail: "é dureza publicar livros nesta meca de analfabetos". Preconceitos à parte, o cara tinha razão para se preocupar. Ou não? De repente, a "meca" à qual ele se refere não lê e nem escreve. Pelo menos não o ideal ou o suficiente. Um professor de jornalismo surtava em sala de aula e, aos brados, acusava os alunos de "não saberem ler". Frise-se que eram alunos de jornalismo. No entanto, talvez isso se aplique a todos os demais cursos do planeta, em qualquer lugar do mundo. Ou será que virão defender que o Brasil é pior do que os outros? (Porque este tem sido nosso discurso e também, em última análise, o que sobra dos resultados dos testes de eficácia aplicados a torto e a direito. Ah, se vocês vissem a moça da Unicamp interpretando esses testes, seria tão esclarecedor...).

Você se lembra de quando tirou nota alta em redação? Lembra de ganhar algum prêmio pela boa escrita? Ou mesmo do reconhecimento, mesmo que "torto", em relação a algo que tenha escrito? E quanto àquele texto grandão? Em que situação e sob que condições o escreveu? Já ouviu alguém reclamar de fazer uma monografia? Do quanto é dolorido e sofrido? Ai, que preguiça. Atualmente, ao menos em Minas Gerais, é bem comum que os cursos de especialização substituam as antigas monografias (que eram meio estéreis e dificilmente circulavam) por artigos. Que implicações isso parece ter?”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: