Côncavo e Convexo

Leila Cordeiro, Direto da Redação

“A mulher nasceu para enfrentar desafios. E não adianta os machões de plantão dizerem que “não é bem assim”, porque é. E sabe por que? Porque desde a ultrassonografia ela não consegue ser identificada pelo médico, ou seja , se o bebê for homem aí sim, estará lá o “convexo" para mostrar toda a sua masculinidade , mas do contrário, o “côncavo” não aparece na foto. Portanto, ela só vai poder provar que é uma menina depois de nascer.

Mas isso é só perfumaria, os maiores desafios estão por vir e aquela menininha que nasceu toda enfeitadinha, cheia de lacinhos não sabe o que a espera. Vem aí a maratona familiar que tem de enfrentar assim que começam a surgir os primeiros traços da puberdade. O pai se preocupa, a mãe se descabela porque afinal a filha superprotegida está virando mocinha.

Está hora do primeiro sutien... e a prova de que agora o sinal é vermelho, a menstruação chega para dar o alerta de que qualquer brincadeirinha mais perigosa com o vizinho ou com o coleguinha da escola, pode transformar toda uma história, colocando mais um galho na árvore genealógica da família.

Mas o tempo passa...e os galhos acabam crescendo mesmo. A mulher casa, ou não casa, adota, encomenda por inseminação, mas o fato é que a maternidade explode absoluta na sua vida. Saindo ou não da sua barriga, sorvendo ou não o seu liquido umbilical, aquele serzinho está lá para ser amado, adorado por aquela que vai ser a sua guia por um bom tempo.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: