Lula: nova política de emigração

Rui Martins, Direto da Redação

“A nova política de emigração brasileira será o forte do presidente Lula, na próxima semana, quando abrirá, dia 15, no Palácio do Itamaraty, a II Conferência Brasileiros no Mundo, da qual participarão oficialmente 51 representantes de comunidades emigrantes brasileiras em todo o mundo, juntando-se a esse total mais de uma centena de associações e grupos.

Anuncia-se extraoficialmente que o presidente Lula aproveitará essa oportunidade para anunciar a institucionalização do recém-criado Conselho de Representantes de comunidades brasileiras ou Conselho de Emigrantes por decreto-lei ou portaria, garantindo assim a continuidade dessa iniciativa mesmo depois de deixar a presidência.

Entretanto, uma institucionalização desse Conselho de Representantes constituirá apenas um pequeno passo em termos sociais e políticos, sem a importância que teria a criação de uma Secretaria de Estado da Emigração (chamada também de Estado do Emigrante).

Para inaugurar e inovar em termos de política da emigração, o presidente Lula poderia ir ainda mais longe e ser orientado no sentido de tomar uma iniciativa mais ampla e corajosa – a de criar um amplo Ministério das Migrações ou Secretaria das Migrações, dotado de parlamentares em Brasília. Essa Ministério ou Secretaria poderia ter uma função tríplice, englobando em suas atividades a migração, a imigração e a emigração.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment