Contra minaretes ou contra muçulmanos?

Rui Martins, Direto da Redação

“Os muçulmanos na Suíça não poderão construir minaretes em suas mesquitas, essas torres estreitas que conclamam os fiéis à prece, equivalentes aos sinos das igrejas cristãs. Essa decisão, por 57% dos votos, em referendo submetido ao povo suíço, foi a grande surpresa do último domingo e poderá mudar a imagem suíça nos países muçulmanos.

Ainda hoje, jornais de todo mundo dizem-se chocados por ter sido a Suíça, o primeiro país, na Europa, a adotar uma lei considerada contra a religião muçulmana.

O referendo foi provocado por uma iniciativa popular do Partido do Povo, de extrema-direita, e até a contagem dos votos, não era tido como de aceitaçao provável.

Diante dos resultados, os chefes dos partidos socialista, verde, democrata-cristão e liberal, fizeram seu mea culpa, na televisão suíça, reconhecendo terem subestimado a votação.

O presidente do Partido Socialista admitiu que a medida, inscrita agora na Constituição suíça, acabou recebendo votos até de eleitores de esquerda por não ter havido um verdadeiro debate da questão. Assim, muitos eleitores e em grande parte eleitoras não votaram contra a construção de minaretes mas contra a religião muçulmana que não reconhece a igualdade entre homens e mulheres.

Foi o caso, da jornalista feminista Isabelle Falconnier, do semanário Hebdo, o mais importante da Suíça francesa, que confessou sua intenção de votar em branco, por não querer dar a impressão de aceitar as mulheres com chador ou burca.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: