Esquecem a honra

Cláudio Lembo, Terra Magazine

“Uma onda de pessimismo invade determinados segmentos da sociedade. Pessoas que pensam e vivem, de acordo com princípios arraigados, sentem-se desconfortáveis.

Elementos que compunham o rol de requisitos para vida digna vão se evaporando. Já não valem. Foram esquecidos nos velhos manuais escolares e em tratados lançados no fundo das bibliotecas.

Interessa o pragmático. Ganhar. Vencer a qualquer custo. Rompem-se referências antes consolidadas. Mente-se. Agride-se o perfil de personalidades sem qualquer pudor.

Particularmente após as obras de Maquiavel, a política passou a ser considerada um campo sem vedações. Importa obter e preservar o Poder. Os métodos pouco importam. Interessa apenas a obtenção dos objetivos.

Quando a esgrima política desenvolvia-se entre mandatários, oriundos de família tradicionais, sem qualquer interferência da população, a ação concretizava-se entre iguais e iguais feria. Os maus exemplos circunscreviam-se a poucos atores.

Instalou-se a democracia e, de maneira paralela, as formas contemporâneas de comunicação. A democracia trouxe em seu bojo a transparência. A publicidade tornou-se valor essencial para sua realização.

A exigência de ampla visibilidade de todos os atos, inclusive pessoais, dos agentes públicos, alinha-se aos atuais instrumentos de comunicação: rádio, televisão e internet. A soma conduziu a situações inusitadas.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: