A busca da paz, um anseio planetário

Denise Ribeiro, Instituto Ethos / Envolverde

“Pela reação emocionada da platéia, que aplaudiu de pé o teólogo Leonardo Boff, ficou claro o quanto o mundo moderno anseia por lições de paz e democracia. A palestra do professor, que falou sobre o quarto princípio da Carta da Terra, relativo à democracia e à cultura da paz e da não violência, magnetizou a audiência na tarde da quinta-feira, 13 de maio, segundo dia da Conferência Internacional 2010 do Instituto Ethos.

Na abertura da palestra, a escritora e cofundadora do Instituto Palas Athena, Lia Diskin, disse que a sociedade busca vias de recuperar a confiança e o respeito mútuo para fazer frente à violência, matéria-prima da mídia, das conversas, das produções cinematográficas. “Vida é relação, é o cuidar, é o encontro”, diz ela.

Boff, depois de relacionar os vários tipos de democracia, afirmou que floresce na América Latina um tipo único de democracia participativa: a comunitária, cujo pressuposto é o bem-viver. “Não é o viver melhor, em que a maioria paga o preço pelo o conforto de poucos. Mas um sistema ensinado pelas populações indígenas, que se baseia na economia do suficiente e do decente para todos e não na economia da acumulação”, explica.

Para o teólogo, essa democracia nascente não é antropocêntrica, garante os direitos da Mãe Terra e caminha para a “superdemocracia planetária”, nem que para isso tenhamos, antes, de correr o risco de aprofundar ao máximo a crise em que estamos inseridos. “Sairemos fortalecidos, atentos a valores éticos, a um modo de vida sustentável e à necessidade de gerenciar, juntos, os escassos recursos que temos”, argumenta.”
Foto: Fernando Manuel
Matéria Completa, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: