Reflexões & outras heresias

Márcia Denser, Congresso em Foco

“Para ler e pensar no Dia do Trabalhador

Às vésperas deste 1º de maio – que mui filhadaputamente este ano cai num sábado – para atender nosso bicho preguiça que bem se amolda a esta cultura de mosaico, eis algumas reflexões político-culturais, minhas e dos outros, entretecidas ao longo de muitas colunas:

"Considerado pela Time (além de El País, Espanha, e Le Monde Diplomatic, França, e não vou nem considerar a News Week, The Economist, The New York, onde o Brasil decolava, de dar crise de urticária na "oposição" para o resto da vida) como o político mais influente do mundo e precisamente por seus programas sociais (contra a fome, educação), presidente Lula se confirma como autor da nova narrativa a que me referi coluna passada e deu tanto pano para mangas. Para quem duvidava, o castigo veio a jato. Lula realmente botou o Brasil no mapa. Quem é artista, escritor, etc. no Brasil - padecendo eternamente de baixa auto-estima -, é minimamente inteligente e enxerga um palmo diante do nariz, tem que estar adorando. Porque o Brasil, suas artes, sua cultura, sua gente, começará a ser visto de outra forma pelo olhar estrangeiro. Imaginem, minha agente literária - que eu não via há meses - acaba de ligar de Frankfurt!" (by myself)

Se o voto mudasse as coisas, ele seria ilegal. (de um filme esquecido)

Os Estados Unidos vivem uma ditadura dirigida por um idiota total que só se ocupa em arranjar dinheiro para sua patota. O demente de Washington lembra Calígula, com a diferença que o imperador romano era mais civilizado. (Gore Vidal about Bush)

A bolsa de valores intelectuais é emotiva e calculista como todas as bolsas. Hoje temos talento, amanhã não. Éramos bons poetas na circunstância tal, mas já agora estamos com o papo cheio de vento; somos demasiado herméticos, demasiado vulgares, nosso individualismo nos perde; ou nosso socialismo; chegamos a dois passos da Igreja, o que nos falta é o sentimento de Deus; nossa prosa é lírica, nossos versos são prosaicos (Carlos Drummond de Andrade, CDA, poeta e terrorista, precursor de todos os outros vindouros e passadouros, uma vez que, desde Elegia 1938, já propunha detonar a ilha de Manhattan)

Um escritor desprovido duma interpretação pessoal e original do Brasil nunca chegou (nunca chegará) a produzir uma grande obra literária. (Silviano Santiago não-sei-onde)”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

Ministério da saúde disse...

Caro blogueiro,

A vacina contra Influenza H1N1, vírus que já matou 1.632 brasileiros, está disponível nos postos de saúde pública de todo o Brasil para pessoas com maior risco de desenvolver a forma grave da doença. A vacina foi testada, é segura e já foi utilizada por mais de 300 países do Hemisfério Norte. Sábado, 24, começa mais uma etapa da campanha, voltada agora para a vacinação de idosos com doenças crônicas. No entanto, a população das outras etapas - jovens de 20 a 29 anos, grávidas, crianças maiores de 6 meses a menores de 2 anos e doentes crônicos com menos de 60 anos - ainda podem procurar os postos para se vacinar.


Por isso, é muito importante contar com a sua colaboração! Você pode ajudar por meio de materiais que disponibilizamos especialmente para blogs.

Para mais informações sobre como se tornar um parceiro, escreva para fernanda.scavacini@saude.gov.br

Atenciosamente,
Ministério da Saúde