Quem tem medo da celulite?

Leila Cordeiro, Direto da Redação

“Considerada um verdadeiro pesadelo por dez entre dez mulheres do planeta, a celulite reina como a mais abosulta vilã de todos os tempos no corpo feminino. Não há quem não consiga identificá-la, apesar de não ter sintomas, mas a aparência de casca de laranja, cheia de furinhos, principalmente nas coxas e quadris das mulheres, faz com que seja reconhecida à léguas de distância.

No mercado atual onde corpos sarados podem valer até um bom papel numa novela ou um lugar de destaque na apresentação de um programa de variedades, mostrar que tem celulite na praia é como um pecado mortal. Tem algumas mulheres que até preferem abrir mão de tomar um refrescante banho de mar a ter que revelar que tem os malditos furinhos mal escondidos por algum biquini mais cavado ou um maiô ousado.

Para a vítima da celulite, convite para ir à piscina na casa de algum amigo descolado, nem pensar. Afinal estarão ali beldades de ambos os sexos com tudo em cima em corpos esculpidos à muita malhação que nunca ouviram falar de tal “sacrilégio” corporal.

As anônimas sofrem naturalmente por questão de vaidade. Quem aguenta ouvir comentários maliciosos sobre como deveria se cuidar melhor, o que não comer para evitar cellulite, o que fazer para combatê-la e etc... Quanto às famosas, essas, coitadas, são cobradas dia e noite pela mídia quando deixam à mostra algum defeito no corpo. O risco de fotos desfavoráveis e notinhas maldosas nas colunas de "celebridades" passa a ser um pesadelo diário.

Ouso dizer que a Internet criou ou agravou essa neura de cobrança de corpos perfeitos. É muito comum se ver nos milhares de sites da WEB, principalmente dos grandes jornais, fotos de artistas que, sem saber, são fotografadas mostrando o lado humano da sua silhueta, com direito às compreensíveis marcas da passagem do tempo ou de algumas gordurinhas a mais.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: