O pito na rua

Mônica Martins, Envolverde

“Estava uma manhã normal. De sol e passeio no parque com Lassie, a minha pastora-loba. Normal, se a danada da Lassie não resolvesse empacar bem no meio da rua e fazer o número 2. Normal, se não aparecesse um caminhão de lixo atrasadinho me pedindo passagem, e tivesse que ficar empacado assistindo a cena escatológica que seguia.

Sem coragem pra encarar o motorista, fiz cara de paisagem. Conferi as nuvens da direita… da esquerda… Será que vai chover, hein? Chiii, o tempo vai fechar. Também, que culpa tenho eu, se a Lassie resolveu dar uma de estrela da rua? Que culpa tenho eu, se a danada foi carimbar no Asfalto da Fama sua “obra-prima”?

Ainda tentei salvar a cena dando uma guinada de esquerda com a guia. Mas a Lassie nem tchum. A peluda estava decidida que aquele era o quadrante mais cheiroso do mundo para a função, e pronto. Pegou o embalo da deixa cênica – metida que é –, e deixou correr sooooltooo o improviso do totô pelo chão. Parecia cena de cinema. Com título tipo “Bonequinha de Lixo”. Ou, “O DesLuxo da Fama”, sem direito a óculos e pregador. Afinal, estava num dia de celebridade.

Bem, parecia que o tempo e o mundo todo resolveu empacar na minha frente. Por acaso, eu tenho cara de farol de trânsito?! Claro que não. Mas senti dois olhos, dentro do caminhão, colados em mim, ansiosos por abrir alas. Tomei fôlego e coragem. Fiz minha carinha 33, tipo gatinho do Shreck, sabe? Enfim, tirei os olhos da generosa obra-prima da Lassie e encarei o motorista. Lancei um sorriso pra lá de amarelo, encolhendo os ombros. O cara rebateu acenando para que eu acalmasse – para minha surpresa e sorte. Ufa!

Mas, como desgraça pouca é bobagem (num dia que a Lei de Murph resolve espetar), o pior ainda estava por acontecer. No sentido contrário, um Gol branco encostou. A audiência aumentava, afinal. E, como pra subir os níveis de adrenalina, tocava um som, nas alturas, e que veio bem a calhar. Aquela do Tom, “Luz dos Olhos Teus”, lembra?”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: