Quem matou Caylee?

Leila Cordeiro, Direto da Redação

“Mais do que qualquer novela em horário nobre da TV brasileira, mais do que BBBs e Fazendas da vida, o julgamento de Casey Anthony, a jovem mãe acusada de matar a própria filha de 2 anos, já virou líder de audiência nos Estados Unidos.

Não há quem não comente os depoimentos das dezenas de testemunhas (mais de 70 até agora) ouvidas no palco jurídico deste verdadeiro reality show que tem câmeras estrategicamente espalhadas pela sala do julgamento mostrando a reação dos envolvidos no evento, desde o juiz até a ré, passando evidentemente pelas testemunhas que são as personagens chave desse intrincado processo de homicídio. É proibido apenas mostrar os jurados.

Para quem não acompanhou o caso desde o início vale a pena fazer um rápido resumo. Casey Anthony, mãe solteira que morava com os pais e a filha Caylee, em Orlando, na Florida, depois de passar 31 dias sumida com a filha, apareceu em 16 de julho de 2008 dizendo que uma babá tinha sequestrado Caylee.

A partir daí o caso, cheio de contradições, polêmicas e mentiras, passou a ser alvo de grande atenção da mídia e opinião pública americanas, pois Casey fora desmascarada pela polícia que descobriu que a tal babá nunca havia existido .

Com base em indícios de que a mãe seria a principal suspeita do sumiço da menina, ela está presa desde outubro de 2008, sem direito à fiança. A Corte, que tem sessão todos os dias, menos aos domingos, entrou nesta quarta-feira em seu trigésimo-segundo dia. E não tem previsão para acabar.

Desde o início, o julgamento de Casey tem sido transmitido em rede nacional, por um canal da CNN e outro jurídico. Começa pontualmente às nove da manhã e vai até às cinco da tarde, apenas com intervalo para almoço. Aos sábados, as seções são feitas só na parte da manhã.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: