Um amor incondicional

O Amor é paciente, é benigno; o Amor não é invejoso, não trata com leviandade, não se ensoberbece, não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal, não folga com a injustiça, mas folga com a verdade. Tudo tolera, tudo crê, tudo espera e tudo suporta. O Amor nunca falha. (I Corintios 13)

Leila Cordeiro, Direto da Redação

Alguns pensam que um amor assim é impossível, daqueles incondicionais, difíceis de se ver por aí. Mas este talvez seja o caso dos americanos Richard Adrian Dorr, de 84 anos, e John Mace, de 91.
Juntos há 61 anos, eles já são considerados o casal gay mais antigo e unido que já existiu. Se agora, na era dos computadores, tablets e celulares inteligentes, os homossexuais ainda são discriminados, imagine na época em que se apaixonaram, nos anos 40?

Mas eles que praticamente nunca se separaram nessas seis décadas dizem que ainda tem um sonho a realizar. Estão esperando a legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo em Nova York para se casarem. Já foram até convidados para realizar a cerimônia oficial em Connecticut, onde o casamento homossexual é permitido, mas dizem que preferem esperar para oficializar a relação onde tudo começou em 1948.

Românticos e apaixonados, os dois são o exemplo vivo do verdadeiro amor incondicional. O que, como diz o texto bíblico acima, tudo suporta e não discrimina sexo, condição social, cor da pele. Ele existe e pronto. É uma energia tão forte que une duas pessoas que elas só conseguem ver uma a outra por dentro. Nas entranhas de um sentimento poderoso e indestrutível.

Tem gente que passa pela vida procurando esse amor. Uns encontram parecido, outros conseguem vivê-lo por um tempo, alguns não chegam a senti-lo, mas quando se vê um casal como este, independente da sua orientação sexual, unido dessa forma tão constante e apaixonada, é que a gente vê que não existe amor impossível nessa vida.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

King'Stanley disse...

muito linda essa passagem biblica, espero um dia poder ver o mundo melhor onde os pais ensinam que xingar o outro ou não conversar com outro é errado..... que nossas crianças de hoje tapem os ouvidos pros pais é o que eu queria mesmo. posso ser radical, mas é o unico modo de não termos a maldição chamada preconceito no futuro.