Quando a vaidade termina em desastre


Leila Cordeiro, Direto da Redação

“Cada vez mais a obssessão pela boa forma vem fazendo vítimas em todo o mundo. No caso das cirurgias plásticas, se não estiverem por trás verdadeiros especialistas no assunto,  o resultado pode se transformar em tragédia,  podendo chegar até a morte ou a deformações irreversíveis.

A mulher da foto acima, moradora de Miami,  é uma dessas vítimas da irresponsabilidade de falsos médicos. Ela queria aumentar os glúteos e procurou um pretenso cirurgião plástico, que se passava por médico.
Mas em vez de injetar o silicone, como estava  combinado com a vítima, aplicou-lhe uma injeção altamente tóxica que serve para inflar pneus de automóvel. Resultado, o produto provocou uma reação tão violenta no organismo da mulher que a deixou com os quadris imensamente deformados.

A coitada que só queria arrebitar o bumbum quase morreu por causa da substância nociva que se transformou num cimento tão duro e resistente que será quase impossível removê-lo, segundo dizem médicos verdadeiros. Sim, porque o autor da  barbeiragem já foi desmascarado e vai responder pelo crime cometido. As investigações descobriram que ele e sua equipe de “especialistas” já causaram danos graves em corpos de outras vítimas.

Enquanto os picaretas vão enfrentar a Justiça, a mulher terá, talvez, que amargar a terrível deformação pelo resto da vida. Claro que os falsos médicos são completamente responsáveis pelo ato criminoso, mas a mulher também tem lá sua parcela de culpa, por não pesquisar corretamente nas mãos de quem estava entregando seu corpo.”
Artigo Completo, ::Aqui::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: