Bruce, Bane e Batman


Vicente Escudero, Digestivo Cultural

“A manutenção da ordem custa caro. Numa cidade como Gotham City, seu preço é a fortuna e a vida de Bruce Wayne, sempre tentando tapar os buracos por onde escapam vilões dispostos a conquistar o poder, matando qualquer um que esteja pela frente. No terceiro e último filme da série dirigida por Christopher Nolan, a batalha entre o poder constituído e os revolucionários segue um rumo diferente dos outros filmes da série e incorpora os traços originais das histórias em quadrinhos para tratar superficialmente do ambiente político americano nos últimos dez anos.

Enquanto nos dois primeiro filmes da série Gotham City foi apresentada como uma capital sombria e dividida pelo crime organizado, em O Cavaleiro das Trevas Ressurge ela experimenta uma espécie de paz artificial decorrente dos efeitos da política de combate ao crime instaurada após a morte de Harvey Dent, uma cópia do plano de segurança "Tolerância Zero" implantado por Rudolph Giuliani em Nova Iorque durante a década de 90. Esta eficácia do Departamento de Polícia contrasta com o fracasso econômico de Gotham, abandonada pelos magnatas como Bruce Wayne, agora ocupados apenas em participar de grandes festas e com a celebração da paz.

Devido a sua estrutura conclusiva, o filme apresenta vários flashbacks de momentos das outras produções, preocupando-se em conectar consequências às suas causas. Bruce Wayne encontra-se enclausurado e inconsolável pela morte de Rachel, em sua mansão, há mais de oito anos. O Comissário Gordon luta contra seus valores pessoais para manter a mentira sobre as circunstâncias da morte de Harvey Dent. O grupo de Ra's Al-Ghul tenta novamente destruir a cidade. Enquanto os dois primeiros filmes desafiaram a audiência a compreender e acreditar no universo quase real de um herói humano envolvido num curto-circuito entre o mal e a violência, retratando os mesmos dilemas enfrentados pelos EUA dentro e fora do país (terrorismo e crime organizado), no terceiro alguns dos valores morais e políticos mais caros à civilização ocidental, como a prevalência dos direitos humanos e a eficácia da divisão dos poderes do Estado, servem apenas para costurar as várias passagens da jornada de Bruce Wayne em um final que satisfaz a audiência. A característica do filme que revela esta escolha por Nolan é a excessiva artificialidade da tecnologia utilizada pelos personagens e das acrobacias nas lutas. Embora os dois primeiros filmes tenham sido certeiros ao apresentar a jornada de Bruce Wayne dentro de um universo verossímil, neste último prevaleceram as invenções criadas por Fox, o pesquisador interpretado por Morgan Freeman. A pior é a aeronave Batwing, uma espécie de inseto gigante vulnerável apenas a grandes quantidades de inseticida.

O Cavaleiro das Trevas Ressurge é uma homenagem maior a Frank Miller, criador da mesma série sobre o declínio de Batman nos quadrinhos, do que aos valores conservadores e à divisão dos poderes do Estado de Montesquieu. Uma sonata em três movimentos, encerrada em um allegro acelerado para lembrar a todos que o universo apresentado no filme não passa de uma fantasia. Nolan fez questão de mencionar, em diversas entrevistas, que havia lido o romance Um Conto de Duas Cidades, de Charles Dickens, antes de iniciar a produção. Os elementos do romance, uma história sobre a opressão dos camponeses pobres pela aristocracia, na França às vésperas da Revolução de 1789, se espalham no roteiro em diversos pontos, principalmente na motivação dos personagens ligados aos interesses de Bane. A luta entre as classes presente no livro é retratada com alguns ajustes aos acontecimentos do presente, como a repulsa aos operadores financeiros de Wall Street, e só toca os fatos envolvendo o recente movimento Occupy Wall Street quando faz uso do poder econômico da Bolsa de Valores para tentar destruir Gotham City. O argumento deste ponto do roteiro é bastante ambíguo, pois a riqueza financeira da cidade é ao mesmo tempo inimiga da causa revolucionária, ao ser escolhida como primeiro alvo do grupo de Bane, e aliada, quando é subvertida para afastar os poderes das empresas de Bruce Wayne sobre os rumos de Gotham.”
Artigo Completo, ::AQUI::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: