O paraíso existe

Leila Cordeiro, Direto da Redação


Ele conta que “estava em cima de nuvens rosadas que contrastavam com um céu azul escuro. Acima dele, seres transparentes (nem anjos, nem pássaros, uma forma superior, segundo ele) cruzavam o céu. Ele sentia como se estivesse naquele lugar há muito tempo e não tinha nenhuma memória de sua vida aqui na Terra”.

O relato, que mais parece ser o de um religioso descrevendo uma vida espiritual, é na verdade, um pequeno trecho do livro do neurocirurgião americano Eben Alexander, um dos mais importantes professores da Universidade de Harvard , nos EUA. E ele, apesar de ter sido um cético cientista no passado, agora acredita piamente que o paraíso realmente existe.

E aí vem a pergunta. Mas como alguém que sempre fora tão ligado à ciência da medicina pôde escrever um livro inteiro sobre tal tema e por que?

A explicação começa numa manhã de 2008 quando o especialista acordou com uma forte dor de cabeça. Ele conta que por ser médico dedicado a isso, estranhou não identificar a causa da dor e partiu para o hospital.

Chegando lá, procurou logo os colegas,  que depois de muitos exames diagnosticaram um surto de meningite bacteriana, que costuma atingir apenas recém-nascidos. A bactéria já havia tomado seu cérebro e com isso o médico entrou em coma que durou uma semana.

Quando os médicos já avaliavam seu caso como perdido, Eben acordou, sem nenhuma sequela, completamente lúcido, e consciente afirmou: “eu estive no paraíso”. Dá para imaginar a cara dos colegas dele, todos professores de neurocirurgia, cientistas experientes, assim como Eben. Para eles, o que havia acontecido com o médico era simplesmente um devaneio, uma alucinação fruto do estado em que se encontrava.

Mas Eben, insistiu e resolveu ali mesmo no hospital relatar o que tinha visto e sentido como real e não imaginário como todos pensavam. E foi naquele momento que ele decidiu contar com detalhes a semana que passou do outro lado da vida, que hoje, apesar de anos e anos de ceticismo, ele tem certeza de que existe.”
Artigo Completo, ::AQUI::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: