Fogo, ou gelo?



Marcelo Carneiro da Cunha, Terra Magazine / Zagueiro

“Dessa vez quem passou perto foi o Apophis, um pedregulho com 300 metros de comprimento e muitos kilotons de maldade. Existe um risco mínimo de que ele nos acerte em 2036, melhor não estar por perto, embora a gente, tendo apenas esse planeta para se esconder, não possa realmente estar longe o suficiente na hora em que o bonde nos acertar. 

Porque é uma questão de tempo e formato, estimados leitores, mas seremos solucionados para todo o sempre, pelo gelo atômico vindo do espaço, ou pelo calor de um vulcão explodindo aqui abaixo. 
O problema é que estamos em férias do futebol, naquela época do ano em que nada nos resta a não ser pensar sobre coisas de zepelin e traseiro de moça, como diria o José Cândido de Carvalho. Nesse ócio imposto pela CBF, mesmo zagueiros filosofam.

E acontece que nas férias de regionais, copas e Brasileirão, resolvi reler o ótimo “Uma breve história de quase tudo”, do americano-inglês Bill Bryson. O livro começa no Big Bang e vem até quase tudo, deixando os leitores embasbacados com a complexidade do universo e a fragilidade da vida sobre a Terra. Se algum de vocês quer motivos para se espantar com a nossa existência, por favor, invistam alguns reais e se lambuzem na leitura.

O poeta americano Roberto Frost escreveu Fire or Ice, refletindo sobre as alternativas à nossa frente e penso eu aqui, coçando meu dedão artilheiro e convidando os leitores à mesma meditação: fogo ou gelo? Um corpo celeste desgovernado desabando sobre nós e nos levando à pré-pré-história, ou um mega-vulcão nos derretendo no inferno bíblico, só que pra valer?”
Artigo Completo, ::AQUI::

Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: