50 frases clássicas de escritores célebres


Carlos Willian Leite, Revista Bula

“Seguindo a ideia de um ensaio com frases de personalidades históricas, publicado pelo jornal inglês “The Observer”,  reuni neste post 50 frases célebres de escritores de díspares perfis, nacionalidades e épocas — de Shakespeare a Guimarães Rosa. Diferentemente da lista publicada pelo “The Observer”, não selecionei apenas frases ditas textualmente, mas também aquelas fictícias, que foram emprestadas às personagens e obras por intermédio de seus criadores, como os casos de “O horror! O horror!”, últimas palavras do capitão Kurtz antes de morrer, do livro “O Coração das Trevas”, de Joseph Conrad; ou “Todas as famílias felizes se parecem; cada família infeliz é infeliz à sua maneira”, trecho inicial de “Anna Kariênina”, de Tolstói. Além de frases fictícias, há também frases retiradas de entrevistas, textos ensaísticos e biografias, como a célebre “Luz, mais luz” que teria sido as últimas palavras do poeta alemão Johann Wolfgang Goethe. Abaixo, em ordem de alfabética, as 50 frases escolhidas, sem repetir autores.

“Não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos.”
Anaïs Nin

“A moral é a debilidade do cérebro.”
Arthur Rimbaud

“O que realmente deixa um homem lisonjeado é o fato de você o considerar digno de adulação.”
Bernard Shaw

“Há livros escritos para evitar espaços vazios na estante.”
Carlos Drummond de Andrade

“Respirar é uma doença!”
Charles Bukowski

“Engolimos de uma vez a mentira que nos adula e bebemos gota a gota a verdade que nos amarga.”
Denis Diderot

“Políticos e fraldas devem ser trocados de tempos em tempos pelo mesmo motivo.”
Eça de Queiróz

“Felicidade em pessoas inteligentes é a coisa mais rara que conheço.”
Ernest Hemingway

“Não me venham com conclusões! A única conclusão é morrer.”
Fernando Pessoa

“A mentira é o único privilégio do homem sobre todos os outros animais.”
Fiódor Dostoievski

“Ninguém pode ser sábio de estômago vazio.”
George Eliot

“Em tempos de embustes universais, dizer a verdade se torna um ato revolucionário.”
George Orwell
Matéria Completa, ::AQUI::
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: