“Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame”

“Uma mulher que não usa perfume não tem futuro”
Camila Nogueira, DCM

Gabrielle “Coco” Chanel (1883 – 1971), a célebre estilista francesa, revolucionou a moda mundial. Ela não apenas libertou as mulheres dos apertados e desconfortáveis espartilhos como iniciou uma moda na qual a prioridade eram os vestidos pretos e básicos. Nada mais justo do que fazer dela a protagonista da mais nova Conversa com Celebridades Mortas.

Madame Chanel, você é, certamente, apaixonada pela moda. Como a definiria?

A moda não é apenas uma questão de roupas A moda está no ar, nascida com o vento. As pessoas a sentem, está no céu e nas estradas. Até hoje, não entendo como uma mulher é capaz de sair de casa sem se arrumar um pouco, mesmo que o faça apenas por polidez. Quer dizer, nunca se sabe – pode ser o dia que ela vai encotnrar o destino. E é melhor estar o mais linda possível para o destino.

O destino atende pelo nome de “príncipe encantado”? Você acha que, para ser feliz e se sentir satisfeita, uma mulher precisa ter um homem ao seu lado?

Uma mulher precisa de apenas duas coisas na vida: um vestido preto e um homem que a ame.

Principalmente um vestido preto. Não é tão difícil encontrá-lo, sabe – mas o mesmo não pode ser dito quanto ao apaixonado. Como conquistar esse raríssimo espécime?

Uma garota deve ser elegante e fabulosa. Alguém pode se acostumar perfeitamente à falta de beleza, mas nunca à negligência.

Nada mais?

Apenas uma dica: uma mulher que não usa perfume não tem futuro. O perfume não deve ser passado em excesso; antes dizendo, passe-o em um único lugar.

Qual?

No lugar em que quiser ser beijada. (A entrevistadora cora e engasga).

Meu bom Deus… Bem, creio que você já tenha nos oferecido uma definição relativa à moda. Agora, poderia explicar-nos o que é a elegância e se é possível conciliá-la com a modéstia?

A elegância é a prerrogativa daqueles que já tomaram posse de seus futuros. É possível conciliá-la com a modéstia, naturalmente, porque modéstia é elegância. Algumas pessoas pensam que a elegância é o oposto da pobreza – não é! É o oposto da vulgaridade. Se vista mal e as pessoas se lembrarão do vestido; se vista bem e as pessoas se lembrarão da mulher. A modéstia é uma arma necessária. A natureza lhe dá o rosto que você tem aos vinte anos, a vida formata o rosto que você tem aos trinta e, aos cinquenta, você recebe o rosto que merece. É bom que seja uma boa garota até lá.

Vou tentar… Para finalizar, o que você tem a dizer sobre a moda contemporânea?

A moda tornou-se uma verdadeira piada. Os estilistas se esqueceram de que há mulheres dentro dos vestidos. A maior parte das mulheres se vestem bem para os homens e por desejarem ser admiradas. Mas elas precisam se mover e entrar em um carro se estourarem suas costuras!"
Enviar Google Plus

About Antonio Ferreira Nogueira Jr.

Contato- nogueirajr@folha.com.br
Revista- WMB

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários: